Apresentação – 2º ciclo

O que é o Instituto Trabalho e Cidadania

Fundada em dezembro de 2000 a partir da experiência de vários companheiro a frente da Secretaria de Estado de Trabalho do Rio de Janeiro – SETRAB no período de janeiro de 1999 a março de 200 – O ITC destina-se à promover o desenvolvimento social e econômicos integrados e o combate à pobreza, atuando em comunidades de baixa renda mediante a promoção de eventos, apoio, formação de lideranças sindicais, estimulando o associativismo e promovendo estudos e pesquisas.

O que é o Telecentro Tijuca

Se trata de duas salas com cerca de 15 a 20 computadores, com conexão de banda larga, disponíveis para população. Instalado nas proximidades de comunidades, faz parte de uma estratégia do Governo Federal para combater a exclusão digital e baixo índice cultural nas regiões. Nele as pessoas podem aprender a usar a máquina com as principais ferramentas exigidas no mercado de trabalho e para navegar na rede mundial de computadores, na expectativa que esses conhecimento possam contribuir com o desenvolvimento local.

Para que serve um Telecentro Comunitário

Exemplo prático
Funcionários da empresa Alfa em fase de renovação da carteira de habilitação procuraram o Telecentro para realizar treinamento da provas virtuais do Detran. Alunos da EM Soares Pereira usaram o Telecentro para pesquisar e formatar o trabalho de escola. Diversas pessoas fizeram a declação de isento rapidamente usando a sala de acesso livre, evitando assim o deslocamento para o correios e lotéricas, e ganhando tempo.

O que é o projeto Semeando Tecnologia Digital

É uma parceria da ONG Semear com a Finep, tendo como área de atuação as comunidades do Jardim Catarina, Cidade de Deus, Formiga e adjacências. Numa parceria de cooperação técnica com a Comunidade da Formiga sendo atendida no espaço do Instituto Trabalho e Cidadania. O projeto prevê a inclusão digital de crianças, jovens e adultos através do treinamento básico pelo o período de 5 meses.
Conforme o empenho do Governo Federal no Instituto Trabalho e Cidadania estaremos priorizando o uso de ferramentas livres.

Por que o Movimento Software Livre cresce tanto em nosso país?
O Brasil tem um enorme talento para o desenvolvimento de software. Ocorre que no mundo proprietário, os brasileiros são meros arrastadores de ícones. No mundo do software livre, podemos desenvolver toda nossa potencialidade. Quando jovens com vocação para a programação descobrem o software livre, eles aderem e passam a colaborar com o desenvolvimento dos softwares que utilizam.
No início do governo Lula, o grande trabalho de disseminar a idéia do software livre pelo país e quebrar a reserva de mercado existente para produtos de uma única empresa monopolista norte-amnericana incentivou fortemente a mobilização colaborativa em torno do software livre no Brasil.

(Sergio Amadeu)

Anúncios

Pesquisa de satisfação – resultado

Do dia 12 ao dia 21 de setembro foram distribuidas 65 pesquisas para diversos participantes do curso (grande parte para o período da manhã, quatro pessoas da tarde e duas pessoas da noite). 43 responderam e entregaram a pesquisa.

A pesquisa visa analizar o índice de satisfação dos treinandos do curso básico de informática no projeto “Semeando Tecnologia Digital”, liderado pela ONG Semear e com o apoio do Instituto Trabalho e Cidadania.

Segue o resultado da pesquisa:


(clique nas imagens para amplia-las)

Segue também a sugestões dos participantes (na forma que foram escritos)– Ter uma blusa apropriada para nos vestirmos. Deve ser 3 vezes na semana: segunda quarta e sexta.
– Colocar 2 horas no horário da manhã um vez por semana
– Gostaria que tivesse mais atividades para que não só eu e assim como outras pessoas pudessem desfrutar. Amo todos vocês
– No mínimo 2 horas de aula
– Ter mais provas e avaliação. O Curso ter pelo menos 1 hora e meia. Passar pesquisas ou dever de casa.
– Maior rigor nos horários
– Estou adorando, mas gostaria de fazer aulas todos os dias. Mas o resto não tenho o que reclamar. Esta tudo certinho. O Telecentro está ótimo.
– O horário deveria ser um pouco maior, pois 1 hora 2x por semana não da pra pegar muita coisa.
– Poderia aumentar o horário, pois uma hora é muito pouco, ou quem sabe mais ser mais de duas vezes por semana.
– Professores muito atenciosos.
– Aqui é muito legal, gostei daqui e vou fazer o curso de novo
– As turmas tinham que entrar e sair no horário certo
– Eu adoro muito informática
– Quem frequenta as salas tem que respeitar os monitores
– Eu gosto da informárica eu adoro muito.
– A minha opinião é que as aulas deveriam ser duas horas no mínimo
– Sugiro que mais comunidades aqui no bairro da Tijuca também possam ter Telecentro, para que masi crianças, jovens e adultos possam ter a mesma oportunidade que estamos tendo e aproveitando aqui no Morro da Formiga.
– Gostaria de parabenizar a todos. Sucesso!
– O curso deveria ter um período maior
– Os computadores estão ficando ruins por que não sabem mecher nos computadores
– Em cada turma tivesse horário para esta acessando a internet
– aumento da carga horária do curso
– Festas nos feriados apropriados
– Devemos por novos monitores ( que fica cuidando da sala de acesso livre). Na sala de acesso livre 70% dos computadores estavam ruim ou velhos.
– O horario de informatica na parte da tarde deveria ser mais oprganizado; a fiscalização no uso dos crachas deveria ser mais rigorosa (quem usa os crachás?); deveria ter sempre uma pessoa na recepção; elogio: as pessoas que trabalham no Telecentro são super simpáticos!!!

O único tópico que obteve 100% de satisfação foi o da limpeza.Mais uma vez, agradecemos todos que participaram da pesquisa. Obrigado!
Continue participando!

Comunicação e avaliação de resultados

[ compilado da apostila de Gestão Telecentro – BB ]

Comunicação e avaliação de resultados.

A melhor estratégia para divulgar o Telecentro é através do envolvimento da comunidade, criando assim um processo de comunicação comunitária. O ambiente ideal para o sucesso do Telecentro é quando a comunidade identifica os benefícios que ele pode lhe trazer.

Como um espaço disponível para a mobilização social, o Telecentro passa a ser reconhecido e divulgado naturalmente. A imagem dele, nesse caso, é vista de acordo com o principal objetivo, o de promover a inclusão social.

 

 

Comunicação comunitária e continua

O Objetivo do projeto de comunicação comunitária do Telecentro é manter a visibilidade na comunidade, promover o Telecentro, e continuar a estimular, na comunidade, o interesse pelas atividades do Telecentro.

A comunicação deve girar em torno das atividades e sucessos mais notáveis como:

– Novos programas;
– novas parcerias;
– Criação de páginas do Telecentro na Internet;
– Histórias de sucesso dos usuários;
– Um artigo revisando as atividades do Telecentro num certo período de tempo;
– Qualquer atenção especial recebida por órgãos governamentais corporações, mídias ou organizações comunitárias;
– Edição de um boletim eletrônico sobre o Telecentro e a comunidade.

 

 

Mensurando os resultados

Como saber se as ações de comunicação estão sendo eficazes? Para avaliar os resultados da comunicação é necessário analizar se as respostas desejadas estão sendo obtidas, ou seja, se os objetivos estratégicos estão sendo alcançados de modo satisfatório, conforme o estabelecido no planejamento. Essas ações devem ser avaliadas – de preferência uma a uma – durante o processo de comunicação e não em conjunto ao final dele. A essa prática dá-se o nome de monitoração, sinônimo técnico para acompanhamento.

A principal vantagem de monitorar os resultados a cada ação implantada é que podemos identificar, com maior precisão, eventuais problemas de percurso, corriginfo-os, paerfeiçoando e alterando medidas e procedimentos.

 

A avaliação dos resultados deve:

  1. Envolver parceiros;

  2. Ser continua

  3. mensurar resultados

  4. corrigir desvios;

  5. propor alterações de melhoria;

  6. implantar novas ações definitivas;

  7. retroalimentar novo processo avaliatório.

 

Deixar para avaliar os resultados de um plano de comunicação, por exemplo, ao final de um ano de trabalho, costuma ser pouco produtivo e até dispendioso: além de não conseguir ter uma visão clara da eficácia de cada uma das ações separadamente e de não saber exatamente onde se errou ou acertou, as instituições acabam desperdiçando recursos e energia que poderiam ser otimizados se elas tivessem solucionado a tempo os pontos fracos em sua comunicação.

É muito válida também a utilização de pesquisas de diagnóstico do público. a fim de contribuir para a melhoria dos trabalhos do Telecentro.

Resultado da pesquisa

42 pessoas responderam a pesquisa e as opiniões convergiram para o seguinte resultado:

De maneira alguma deve ser permitido no Telecentro:
– Bagunça
– Sites pornográficos
– Desrespeito ao Monitor responsável
– Comer
– Jogar lixo de qualquer espécie no chão, principalmente chicletes
– Ficar alheio ao objetivo
– Uso de cigarro ou bebida
– Sacanagem

O que deve ser estimulado no Telecentro?
– Introdução a informática
– Pesquisas
– Cursos
– Aperfeiçoamento técnico
– Simulações
– Desenvolvimento profissional
– Atualização na informática

Continuem participando. Até a próxima.

Pesquisa Telecentro 1 (beta)

Pesquisa encerrada. Obrigado aqueles que contribuiram para a nossa primeira pesquisa em formato on-line. Breve divulgaremos os resultados.

Um local que conta com o fluxo de diversas pessoas, deve contar com um código de conduta para utilização eficiênte do espaço e equipamentos. Convidamos você para redigir esse documento junto conosco. Por favor, preencha o formulário abaixo:

Questões abordadas:
nome: ; email; endereço; O que deve ser proibido no Telecentro?; o que deve ser estimulado?

Para que serve um Telecentro Comunitário

Trabalho e geração de renda

Fortalece habilidades e conhecimentos, tanto técnicos como conhecimentos transversais ( o trabalho em grupo e iniciativa), que podem abrir novas oportunidades de trabalho ou geração de renda. Também ajuda a consolidar os micros e pequenos empreendimentos locais, melhorando sua gestão, capacidade de negociação, acesso a informação, a compras e a publicidade.

Saúde
Facilita o acesso e a disseminação da informação sobre doenças, tratamentos, medicamentos, medicina preventiva e alternativa, higiene e educação sexual.

Educação
Propicia o acesso a informações e conhecimentos complementares às atividades escolares e contribui para a educação não-formal nas comunidades, especialmente das crianças e dos jovens. Além disso, o Telecentro proporciona oportunidade para os usuários serem autodidatas.

Fortalecimento da auto-estima
As atividades no Telecentro fazem as pessoas desenvolverem sua criatividade, a capacidade de trabalho e em equipe e, paralelamente, conhecerem suas próprias capacidades, de forma a visualizarem um futuro melhor para si.

Organização comunitária
Proporciona a construção de novas formas de organização, fortalecendo as capacidades individuais e coletivas, promovendo novos lideres e ajudando a solucionar problemas e necessidades concretas da comunidade.

Fortalecimento de grupos menos favorecidos
Oferece instrumentos que podem fortalecer e ajudar a defender as vozes e reivindicações dos mais variados grupos sociais, como: grupos jovens, grupos indígenas, grupos de mulheres, trabalhadores rurais e outros setores marginalizados.

Planejamento urbanístico
Apoia as organizações comunitárias no planejamento e execução de projetos habitacionais, prevenção e diminuição de desastres, melhora de serviços públicos e espaços comuns.

Descentralização e incidência política
Dinamiza a participação comunitária e a informação para ação política, facilita a comunicação com governos locais, fortalece a descentralização administrativa, fiscaliza os poderes públicos e agiliza trâmites burocráticos.

Informação e conhecimento
Oferece o acesso a novas e diversificadas fontes de conhecimento e informação e permite a expressão de uma visão própria: fortalece o intercâmbio de experiências e a colaboração com grupos e redes em nível nacional e internacional.

Comunicação e cultura
Facilita a criação de diferentes formas de expressão artística e cultural, com a combinação de tecnologias de comunicação úteis à comunidade: video, rádio, meios impressos (jornais, revistas), internet, etc.

Desenvolvimento Regional Sustentável
Dá apoio ao desenvolvimento de cadeias produtivas locais, baseando-se num negócio economicamente viável, socialmente justo, ambientalmente correto e culturalmente diversificado, propiciando resultados economicamente positivos e adotando práticas que permitem um salto de qualidade nos indicadores de desenvolvimento social e ambiental da comunidade.